21 de agosto de 2016

Eleanor & Park, de Rainbow Rowell


Para todos os Geek's de plantão!


Sinopse:
“Eleanor & Park é engraçado, triste, sarcástico, sincero e, acima de tudo, geek. Os personagens que dão título ao livro são dois jovens vizinhos de dezesseis anos. Park, descendente de coreanos e apaixonado por música e quadrinhos, não chega exatamente a ser popular, mas consegue não ser incomodado pelos colegas de escola. Eleanor, ruiva, sempre vestida com roupas estranhas e “grande” (ela pensa em si própria como gorda), é a filha mais velha de uma problemática família. Os dois se encontram no ônibus escolar todos os dias. Apesar de uma certa relutância no início, começam a conversar, enquanto dividem os quadrinhos de X-Men e Watchmen. E nem a tiração de sarro dos amigos e a desaprovação da família impede que Eleanor e Park se apaixonem, ao som de The Cure e Smiths. Esta é uma história sobre o primeiro amor, sobre como ele é invariavelmente intenso e quase sempre fadado a quebrar corações. Um amor que faz você se sentir desesperado e esperançoso ao mesmo tempo.”

Resenha após leitura:
Para ser sincera, esse livro não correspondeu tanto as minhas expectativas como eu esperava. Muitas lacunas que poderiam ser preenchidas ficaram vazias. Mas, nem tudo por aí apenas me desagradou. Sempre existe algo no livro que nos agrada, não importa se seja uma página ou apenas uma frase. 
Eleanor é uma garota simples, com seus cabelos ruivos enrolados, sem nenhum senso de moda, apesar de gostar de coisas simples, ela não tem dinheiro para comprar boas roupas. Sua família é complexada. Ela e seus irmãos mudam para uma pequena casinha depois que sua mãe resolve se juntar com Richard, o padrasto. Todos os irmãos dormem juntos em um pequeno quarto, não há nenhuma privacidade, e a mãe de Eleanor não toma nenhuma imposição diante das atrocidades do padrasto.
Ao ler, ficamos com cara de: “Como pode acontecer algo desse tipo? Ela não deveria aguentar tudo isso. ” Mas, nem tudo está perdido. Logo a frente encontramos uma luzinha no final do túnel,  mais conhecida como Park.
Park é meio coreano, meio americano. Apesar de sua família perfeita, ele tem os seus problemas dilemas íntimos.
Com a ajuda de HQ’s e músicas, Eleanor e Park passam a conhecer o mundo do outro.
“Você é minha pessoa favorita de todos os tempos. ”
Eleanor não é o tipo de garota que os caras fazem fila para sentar ao seu lado no ônibus, Park é o único que por um momento deixa todos os comentários de lado. Logo ele descobre que por trás de todo aquele cabelo bonito e cheiro de baunilha. Existe uma garota que faz com que ele não se sinta deslocado.
Eleanor & Park é narrado em duas pessoas. Então, podemos saber a perspectiva dos dois personagens.

É um amor inocente, eles se apaixonam em volta toda a simplicidade através de conversas e gostos descobertos.


“Era como uma obra de arte, e arte não deve ter boa aparência, mas sim fazer a gente sentir alguma coisa”
Ao ler o livro você entende que existe espaço para todos os tipos de amores na sociedade. Mesmo com todos os acontecidos, não foi um romance que me tocou profundamente, apesar de todo o enredo. Mas, acho que todos deveriam ler, só para sentir a cumplicidade da escrita de Rainbow Rowell e saber que nem os amores impossíveis por aí, estão perdidos. 

5 comentários:

  1. Olá... Nossa, realmente eu espero mais na hora de ler esse livro, pois sempre achei que fosse uma ótima trama empolgante e rápida. Não que seja ruim, gostei bastante da sua resenha, mas acabei perdendo as "esperanças" na tão esperada leitura. Porém, o simples romance parece tão natural e puro que não irei tirá-lo da lista de leitura. Haha!
    Beijos.
    www.docenerds.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Olá, esse livro não me despertou interesse desde que o vi pela primeira vez, sempre fiquei com um pé atrás.
    Apesar que não tenho vontade de ler nada da autora, acredito que as capas dos livros (que são feias aos meus olhos) contribuem para isso.
    Bjos

    ResponderExcluir
  3. Esse livro é aquele que a capa me encanto, mas não fiquei curiosa com a leitura, não me pego.
    BJ

    ResponderExcluir
  4. Esse livro é simplesmente incrível, não é mesmo?
    Bjos.
    http://mentesdamadrugada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir