20 de outubro de 2017

Tudo é eventual, Stephen King

SINOPSE: Primeira reunião de contos de Stephen King desde Pesadelos e Paisagens Noturnas, o livro apresenta o mestre do terror em grande forma. Na obra destacam-se contos como "Andando na bala", o mais bem-sucedido e-book de todos os tempos, que atraiu meio milhão de leitores online no mundo todo; e narra a história de Alan Parker, um jovem universitário que precisa viajar urgentemente para visitar a mãe hospitalizada. Ao aceitar aquela carona no meio da noite, Alan só pensou que precisava chegar logo a seu destino. No meio do caminho, percebe que aquele estranho motorista poderia ter outros planos para aquela viagem... No entanto, já era tarde demais.

Em "1408", conheça Mike Enslin. Ele nunca acreditou nos fantasmas que adorava apresentar em seus livros de terror ? entretanto, uma única noite no misterioso quarto 1.408 é capaz de acabar com muitas de suas certezas e, quem sabe, até com sua própria vida.

No conto "Tudo é eventual", que dá título ao livro, Dink é um adolescente e consegue seu primeiro emprego. Vai ter que morar longe da mãe mas, pensando bem, isso não chega a ser um problema. Ele só precisa navegar pela Internet e tem que gastar cada centavo da bolada que recebe semanalmente. Tudo parece bom demais para ser verdade, até que ele passa a desconfiar de que coisas muito estranhas acontecem quando aperta o mouse. Ele não tem ninguém por perto para dividir seus medos e qualquer decisão sua pode ser fatal.

Essas são algumas das histórias que aguardam você. Um livro intenso, sinistro e envolvente com a inconfundível marca do mestre do horror.


14 de outubro de 2017

#FilmesEm31Dias: Semana 1

Um dia eu vi um colega fazer uma lista de filmes para assistir enquanto estava de férias, e achei a ideia ótima porque apesar de não assistir com frequência eu gosto muito de filmes. Então convidei a Mari, do Birosca Geek, e montamos uma lista  com filmes que ainda não assistimos e outros que vamos assistir pela primeira vez, e criamos o #FilmesEm31Dias.

É um projetinho bem simples onde a numeração da lista representa os dias do mês de Outubro, assim vamos assistir um filme por dia e no final de semana vamos escolher o favorito e o menos favorito, e, claro, contaremos o motivo da escolha

Algumas semanas estão com filmes com os temas dos feriados, como, na semana do dia das crianças vamos assistir animações e nos últimos sete dias do mês vamos assistir filmes de terror por causa do halloween.

O meu post sobre a primeira semana está muito atrasado - como sempre. Tive muitos filmes favoritos e acabei escolhendo o que mais me animou.

  1. ONDE ESTÁ SEGUNDA?
  2. SETE MINUTOS DEPOIS DA MEIA NOITE;
  3. A TEORIA DE TUDO;
  4. INTOCÁVEIS;
  5. ANIMAIS FANTÁSTICOS E ONDE HABITAM;
  6. CLUBE DOS CINCO;
  7. O MORRO DOS VENTOS UIVANTES.

4 de outubro de 2017

Mestre Gil de Ham, de J. R. R. Tolkien

Sinopse: Esta é mais uma das histórias de J. R. R. Tolkien que foi concebida com o objetivo de entreter seus filhos. Mas a história cresceu e se tornou mais sofisticada. Sua versão final é indicada para leitores de todas as idades que apreciem uma boa história, relatada com imaginação e bom-humor.

26 de setembro de 2017

Podemos dizer adeus mais de uma vez, de David Servan-Schreiber



Sinopse: Aos 31 anos, completados em 1992, o médico David Servan-Schreiber descobriu um tumor agressivo no cérebro e recebeu um prognóstico assustador: dificilmente sobreviveria mais do que seis meses. No entanto, sobreviveu por mais 19 anos, estudou intensivamente para descobrir como poderia contribuir para a própria cura e criou um programa anticâncer baseado em evidências científicas, que transformou em livro e que o ajudou a fortalecer seu organismo para superar uma recaída anos mais tarde. Ganhador da Medalha Fig, concedida pela revista Le Figaro, "por ter conseguido ganhar tempo contra a doença e por ter transmitido a esperança", David vendeu mais de um milhão de exemplares de Anticâncer, livro em que fala da importância de uma postura proativa do paciente, ao mesmo tempo em que defende o uso de terapias alternativas aliadas à medicina tradicional. "Anticâncer terminava com a confissão de que eu não sabia quanto tempo ainda viveria. Mas que, seja lá o que acontecesse, eu teria sido feliz por ter escolhido o caminho que consiste em cultivar ao máximo todas as dimensões de minha saúde, pois essa escolha me permite já ter vivido uma vida bem mais feliz. Hoje reitero aquela afirmação: é preciso alimentar a saúde, alimentar o equilíbrio psíquico, alimentar as relações com os outros, alimentar o planeta em torno de nós. É o conjunto desses esforços que contribui para nos proteger, individual e coletivamente, do câncer, ainda que nunca obtenhamos uma garantia de 100 %.", ponderou o autor. Em junho de 2010, David descobriu um novo tumor muito agressivo no cérebro. Foi quando decidiu começar a escrever 'Podemos dizer adeus mais de uma vez', um último livro feito para se despedir dos amigos, dos leitores e refletir sobre a vida. "Foi uma oportunidade de dizer adeus a todos os que apreciaram meus livros anteriores ou que vieram me ouvir. Aconteça o que acontecer, tenho grande esperança de que esse adeus não seja o último. Podemos dizer adeus mais de uma vez."

13 de setembro de 2017

Como segurar a barra


A barra citada no título é simbolizando aquele peso que a gente tem que segurar no dia a dia, o que não dá pra se livrar facilmente e que somos praticamente obrigados a levar.


Todo mundo passa por momentos difíceis na vida, ela é cheia de diversidades e sempre temos apenas duas opções: ficar bem até aquela fase passar (porque tudo são fases), ou ficar mal, o que torna a fase mais difícil. Então, esse post é para tornar a fase difícil um pouco mais leve, ou apenas para viver um dia de cada vez, por mais difícil que ele seja.

12 de setembro de 2017

Músicas em Livros

 Não sei se sou a única leitora assim, mas eu não leio ouvindo música e é mais raro ainda eu assemelhar uma música com um casal literário - isso é mais fácil pra fazer com a gente e o/a @, né? -, então quando a Amy, do Livros e Seriados, me convidou para participar desse post eu fiquei "mds, e agora?". 

Felizmente o post ficou muito criativo 

27 de agosto de 2017

Minha semana #4 e #5

Música da semana: Para que entre o Rei - Morada 
 🎶


Não acredito que conclui as três metas principais de leitura que tinha estipulado para esse mês. Eu já estava com vergonha por demorar tanto tempo lendo um livro, porque eu tenho bastante tempo livre e estava sendo uma péssima administradora. Então, para esse mês, segundo a minha meta, só preciso escolher mais um livro e terminar nesse final de mês ainda.

Também tirei essa semana pra apagar emails que estevam por abrir e aqueles de propaganda que ficam mandando. Ainda não sei se essa tarefa foi útil ou perda de tempo porque apaguei e abri, e mesmo assim ainda ficaram vários pendentes. Mas sinto essa necessidade de deixar tudo organizado, ainda mais que agora percebi que minha caixa de emails estava uma zorra, só vou descansar quando estiver tudo arrumado. Vocês também tem essas loucuras? Plmds, digam que sim.

Nessa semana também chegaram os bloquinhos que ganhei no sorteio da evertop e, apesar de terem embalado com taaaantos plásticos - sério, vocês não tem noção - valeu a pena cada frustração por abrir um e ter que abrir mais outro rs. Comecei a usar eles para resuminhos de aulas concluídas e ficaram lindos

Ah, vocês acompanharam minha frustração da semana passada por não ter conseguido um lar para os 8 filhotinhos da minha cadela. E, é com muita alegria , digo "ESSA SEMANA DOAMOS 6", e ficaram duas aqui em casa porque uma decidimos ficar (a pretinha que mostrei aqui) e a outra não encontramos um dono.

E o meu final de semana não foi um dos melhores, mas mais uma vez percebi que nada está no nosso controle e sim no controle de Deus. Dias atrás eu vi uma pregação "por que Deus permite que as situações ruins aconteçam comigo?" e uma das respostas eram "para que a gente reconheça que Ele esta no controle e para nos aproximarmos dEle". E essas foram as primeiras coisas que me lembrei esses dias.

E, realmente, quando estamos em situações boas, pensamos que estamos lá por glória nossa. Estamos errados. Sempre é Deus.

Na maioria das vezes é difícil descansar e acreditar nisso, mas é a decisão mais sensata que podemos tomar. Na nossa oração podemos dizer o que queremos, contanto que no final a gente diga "que seja feita a Tua vontade", por mais que doa saber que pode ser diferente da nossa. Por isso que na Bíblia diz que é melhor estamos em um velório do que estar em uma festa, porque situações ruins e tristes fazem a gente parar e refletir.

Situações difíceis não servem para nos colocar pra baixo e nos martirizar, e sim para sabermos em quem confiar. E um versículo que gosto de lembrar: Porque tu és a minha rocha e a minha fortaleza; (Salmos 31: 3)

É nisso que estou me firmando, apesar de eu ser extremamente ansiosa sei que em breve a resposta dEle virá.


#5


Eu subestimei agosto, confesso. Pensei que ia sair ilesa desse mês perigoso e nunca estive tão enganada. aff

Infelizmente algumas situações estão acontecendo na minha vida pessoal e, mesmo eu não querendo, sei que atinge todas as áreas da minha vida. Há muito tempo eu não me encontrei nessa situação de ter que repensar em todas as coisas sobre mim e fazer decisões. Digamos que o blog está "em jogo", espero não deixar ele de lado para sempre, mas pode ser que eu dê um tempo. Ainda não decidi nada porque tudo ainda está muito confuso.

Mas eu sou uma pessoa positiva demais, sabe? E estou buscando absorver o melhor desse momento meio negro, acredito que tudo tem o seu lado bom e pode ser que eu descubra mais sobre mim e também aprenda novas coisas. "Estou em construção" pode ser minha nova frase.


FICAR MAIS DE BOA
 Essas descobertas não são muito animadoras, mas me ajudaram a sobreviver essa semana: 


  • se você não quer pensar nos problemas, os desenhos/animações fazem o tempo passar mais rápido e alivia a mente; 
  • quando eu me sentia extremamente ansiosa, além de orar bastante, eu comia doces;
  • não importa quão independente você se ache, o colo de mãe (alguém que acalme você) sempre vai ser o melhor lugar nesses momentos;
  • falar com amigos que entendam seu lado ou que pelo menos sejam bons ouvintes;
  • fazer uma oração contando tudo que está sentindo, faça isso sem medo, Ele sente e entende nossa dor.


Quase ia esquecendo... é lindo como nesses momentos a gente percebe as pessoas amorzinho que estão ao nosso lado, né?

Enfim, essa semana foi mais um desabafo do que um resumo rs 




E as ultimas duas semanas de vocês, como foram? Conta para mim nos comentários.